Pilha de cadernos

Os três pilares da Automação Inteligente: Pessoas, Processos e Tecnologia.

A automação inteligente deixou de ser uma questão de opção para se tornar sinônimo de sobrevivência e garantia de sucesso das organizações. A seguir, conheça os três pilares da automação inteligente de processos e dicas valiosas para aplicar na rotina.


Pessoas

Não é um exagero afirmar que as pessoas estarão sempre à frente das tecnologias. Por mais incrível que seja a ideia, o resultado dependerá do comprometimento, perspectiva e conhecimentos daqueles que utilizarão o produto final.

Baseado nesse argumento, vemos que o sucesso de um projeto está diretamente relacionado com equipes qualificadas para executar as atividades; e uma liderança capaz de direcionar e inspirar a equipe. Confira dicas valiosas para preparar a equipe e o que a liderança pode fazer para maximizar seus resultados.


Preparando a Equipe

Para que as soluções No-Code tenham os resultados maximizados, é importante preparar as equipes para o que está por vir. Antes mesmo de implantar sistemas, a equipe deve ter um alinhamento estratégico interdepartamental, estabelecendo objetivos, metas e maior transparência de informações.

Com as perspectivas alinhadas entre a equipe, o processo de coleta de requisitos, prototipagem e construção de estratégias para o desenvolvimento de aplicações digitais se torna mais ágil, eficiente e eficaz. Um passo grande passo para a eliminação do Shadow TI dentro da empresa.


O Papel do Líder

Para que o sucesso do desenvolvimento de aplicações em escala seja concretizado, o líder tem o importante papel de manter a equipe motivada e disposta a explorar novas soluções que beneficiarão todos os setores. Incentive a criatividade e inovação dentro da empresa, construindo um clima de constante desenvolvimento profissional para todos.

Além disso, estudar os talentos de cada membro da equipe pode poupar esforços desnecessários para determinados objetivos. Com soluções de baixa codificação, mesmo os talentos com pouco ou nenhum conhecimento em programação podem se tornar recursos valiosos para novos projetos.


Processos

Tudo o que fazemos dentro da empresa depende dos processos, do modo como são construídos e ordenados. Logo, com processos bem estabelecidos, é possível desenvolver projetos mais organizados, reduzindo custos e melhorando o desempenho das equipes.

Quando falamos em processos, devemos considerar dois pontos chaves: a análise e a gestão.

Dentro da análise, é necessário mapear os processos de ponta a ponta, identificando possíveis falhas e gargalos no fluxo processual.

A gestão é o que torna os processos úteis e ágeis. É nessa etapa que padronizamos, otimizamos e aproveitamos os benefícios da automação inteligente de processos.

Por essa definição, ficam claras as razões para que a liderança esteja sempre a par da evolução, exercendo uma supervisão holística dos processos.

Com processos claros e flexíveis, as empresas podem garantir sua competitividade dentro do mercado, visando cenários de evolução e qualidade da prestação de serviços.


Tecnologia

A tecnologia nasce como perfeito equilíbrio dentre os pilares da automação inteligente. Por meio da orquestração de inteligência artificial e RPA alinhadas às soluções de baixa codificação, aumentamos a capacidade operacional de ponta a ponta. Um investimento nas tecnologias certas possibilita melhor experiência do usuário, gerenciamento de dados críticos com maestria e colaboração de outros departamentos.

De acordo com estudo levantado pela PEGA, chamado "Don't Left Behind", as lideranças estão explorando cada vez mais soluções que integram IA e RPA ao desenvolvimento de baixo código, como a plataforma Decisions. São essas ferramentas que transformam o modo como são feitos os novos negócios.

O papel das soluções no-code dentro da organização também beneficia o time comercial. Com a análise e gerenciamento de dados, é possível localizar potenciais clientes sem a necessidade de programas não autorizados pelo time de TI, uma prática conhecida como Shadow TI, que garante a cibersegurança integral da empresa.


Conclusão

A automação inteligente de processos é o próximo passo para o futuro empresarial, uma forma de se adaptar ao que há de melhor no mundo corporativo. Para surtir efeito, devemos ficar atentos aos pilares da automação inteligente de processos: as pessoas, os processos e o verdadeiro potencial de cada tecnologia dentro do mundo dos negócios.

Aproveite as soluções de baixa codificação, alinhe perspectivas e transforme o modo como as aplicações digitais altamente qualificadas são desenvolvidas em sua empresa.